more from
Blacksalt Records
We've updated our Terms of Use. You can review the changes here.

Lagartixa

by Tico da Costa

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      $7 USD  or more

     

1.
Não quero ouro, pão nem café Quero namoro só com você Quero namoro só com você Só com você, só com você Eu só namoro com você Só com você, só com você Eu só namoro com você
2.
Coragem 03:23
Coragem coragem Se levantar Que tudo começa Começa já Que o nada é tudo E o muito é pouco Que o pouco é muito E o mundo é louco Enfrenta coragem Enfrenta miragem Desbrava caminhos Com unhas e dentes Com sangue e raça Jeito e graça Jeito e graça Coragem coragem Se levantar Que o sol não morreu Está para nascer Que a noite sombria Vai ter o seu fim Que o tudo é nada E o não é sim Enfrenta coragem Enfrenta miragem Desbrava caminhos Com unhas e dentes Com sangue e raça Jeito e graça Jeito e graça Coragem Que a vida é quase um dia Que na dor vem a alegria Que o relógio vai morrer Coragem Que este mar é um encanto Este céu te ama tanto Que é capaz de enlouquecer Coragem coragem coragem
3.
Xinguelê xinguelê xinguelê xinguelê Roda ciranda roda meu amor Ciranda roda roda meu amor Minha ciranda tem Nos olhos dois brilhantes Relampejando os olhos meus de paixão Rodando a saia rodando a praia Eu fico tonto tonto tonto de paixão Rodando a saia rodando a praia Eu caio caio dentro do seu coração Roda ciranda roda meu amor Ciranda roda roda meu amor Ciranda roda roda meu amor Cirandinha Ciranda roda roda meu amor Coisa linda Ciranda roda roda meu amor Ciranda roda roda meu amor
4.
Marcelo Cruz, Meu pajé pernambucano, Acho que já faz mil anos Que eu bem-te-vi Em Pernambuco, Olinda “Pernas pra que te quero” Fantasia de mulher, da Tamarineira Dançando o frevo na frevura dessa vida No bloco da bagaceira Nosso carnaval O povo no pátio, no espaço, no passo Sombrinha abanando o mormaço Do aço da orquestra de Duda. É lindo o Recife Cantando feliz Na rua da Hora Do Sol, da Aurora, Sossego, Saudade, Da Imperatriz...
5.
Lagartixa 03:56
Ó lagartixa, brocoió calango longo No telhado se espreguiça Que o gato tá lhe cubando A testa larga, A lagartixa balança a cabeça A besta fera, a besta fica Tiririca vespa A idéia fraca, as calças frouxas O andar zambeta A mão tremendo, a fala rouca O dedão porreta A boca funda, o fundo sujo Calção, camiseta O sol no couro, o pé rachado Cheiro de alpargata Rasteja, lagarta, Rasteja, lagartixa Pior ser barata, Pior cobra-bicha Ó lagartixa, brocoió calango longo No telhado se espreguiça Que o gato tá lhe cubando Olha a “fartura”: Farta carne, farta o feijão Farta verdura Ô vida dura E sem condição A terra dá, o corpo dá Mas tem vegetação Andar pra trás, subir descendo É a mesma lição Filho de besta, é besta filho É filho da luta A presa fica assustadiça Se bem não mereça Rasteja, lagarta, Rasteja, lagartixa Pior ser barata, Pior cobra-bicha Ó lagartixa, brocoió calango longo No telhado se espreguiça Que o gato tá lhe cubando
6.
Puxa Vida 04:01
Puxa vida, puxa vida, Puxa vida, puxa vida Puxa vida, Puxa... Por você Faço até coisa que detesto: Lavo prato, passo à ferro, Beijo o gato, desinfeto, Dou um jeito na tomada, Levo um choque, fico em casa Ainda por cima de tudo, Vou ao supermercado Odeio carregar saco, que saco! Qual é meu pecado? Me diga, me diga, me diga! É te amar demais Demais, sou feliz assim Eu quero rosa com espinho Por teu amor deixei de aMargarida, Madalena, Aparecida, Amor, deixei de aMargarida, Madalena, amor deixei de amar...
7.
(Tico da Costa & Ivan Wrigg) -- “Alô alô você de vermelho Ouça esta página musical Que lhe oferece alguém de blusa azul Do outro lado do parque Que muito lhe ama” Um grito do alto falante E um nó no meu peito Aqui onde a minha saudade Me deixa sem jeito No meio da gente humilde Da minha cidade No parque Tão tarde Quero lhe ofertar Uma canção de amor Com a dor de quem ficou Hum hum hum hum hum hum...... Teu nome parece um martelo Na minha cabeça a a a O tempo brigando comigo Pra que eu não te esqueça Do alto da roda gigante Um grito mais alto Da boca num salto Quero lhe ofertar Este meu coração Morto de lhe esperar Hum hum hum hum hum hum...... “Este oferecimento também vai de Oliveira Rocha para Gracinha, de Gracinha para Rogério, de Geísa para Dedé, de Elton para Antonieta, de Andrade para Celinha, de Celinha para Titico de Dijesu. De Mary Gessé para Enock do correio, De Ceição para Dedé de Paiva, De Neidinha para alguém tristonho da Rua da Frente, De Das Graças para Ribamar, De Gracinha Quebra-Caçada para Zé-Bolão, Babá e Pai-Tá-Bom E Lino De Ribeiro para alguém comprometida, De Dotô para uma das meninas de Zé Tavernad De Cecília para Ivanildo de Pereira De Tonho para Alda Paula De Júlio Cezar para um alguém De Dijesu para Chaguinha De Duarte para Geralda Cruz, De Dedé Chumbim para todas as meninas fêmeas”
8.
Ana Bandolim 03:06
Ana bandolim Ana violão Ana cavaquinho Do meu coração Ana reco-reco Ana agogô Ana sanfoninha Tamborim tambor Falando é chocalhinho Andando se rebeca Sorriso de cuíca Zangada se zabumba Na raiva é tamborete Foguete foguetão Aninha estrelinha noite de São João...
9.
Diz que dá diz que dá diz que dá diz que dá Diz que dá diz que dá diz que dá dá dá Dança menina á á á Dança menina ô ô ô Dança que a dança é a alma E o corpo é o amor ai ai Diz que dá diz que dá diz que dá diz que dá Diz que dá diz que dá diz que dá dá dá Teu ventre oriental Tal me desorienta Remove a capa de ozônio E o meu corpo esquenta Diz que dá diz que dá diz que dá diz que dá Diz que dá diz que dá diz que dá dá dá Chega mais perto, meu quindim Você é mais que Marilyn Chega mais perto, meu quindim Você é muito Marilyn Vegetariana, americana Do Leblon de Ipanema De Copacabana Menina maneira Da boca bacana De porcelana de porcelana Ôôôôôôôôôôôôô Diz que dá diz que dá diz que dá diz que dá Diz que dá diz que dá diz que dá dá dá Dança menina á á á Dança menina ô ô ô Dança que a dança é mais velha do que o amor ai ai
10.
Eu não sei por que diacho Ninguém liga o cavaquinho Se tem violão por perto Ninguém liga pro bichinho Ele fica lá num canto Fica remoendo suas dores Violão, baixo e viola Cavaquinho cai num choro Chegou a hora E o cavaquinho se zangou Falou pro surdo Berimbau e agôgô Que são cobrões na capoeira E o anãozinho Imaginou-se um cavacão Desafiou, desafiou Desafinando o violão Aí então, Desceram todos pro terreiro O reco-reco com o pandeiro A fazer a marcação. O cavaquinho, O cavaquinho foi chorando já na praça O violão sambou sem graça E foi dizendo: amigão... Mas, que é isso? Mas, que é isso... Que entre a gente não tem briga... Eu preciso do seu choro E você do meu bordão.
11.
Algaroba 01:07
(Tco da Costa & Olivier Glissant) -- Algaroba, algaroba. Algaroba, algaroba.

about

All arrangements by Olivier Glissant. Guitar arrangements by Tico da Costa. Piano arrangement on "Ana Bandolim" by Philip Glass

featuring:

Philip Glass, Olivier Glissant, Cyro Baptista, Ana Taglianetti, Vanessa Falabella, Davi Vieira, Ali Bello, Kevin Nathaniel, Dendê, Nilson Matta, Nanny Assis

Guitars courtesy of Stu Deutsch

Produced, recorded and mixed by Olivier Glissant at Blacksalt Studio

Additional recording by Hector Castillo at the Looking Glass Studios

Mastered by Lorenz Vauck at XARC Mastering

Photograph by Eleonora Alberto - Cover design: Olivier Glissant

credits

released October 7, 2017

license

all rights reserved

tags

about

Tico da Costa Natal, Brazil

Background photo:
Eleonora Alberto

Music published by:
Tico da Costa Produções - Natal, Brazil

+1-347-415-2664
info@blacksaltmusic.com

contact / help

Contact Tico da Costa

Streaming and
Download help

Redeem code

Report this album or account